Tratamento laser para rugas

O passar do tempo é algo inevitável e com ele, ganhamos mais experiencia de vida. Por outro lado, ganhamos mais rugas e uma pele menos viçosa e bonita.

O fato é que as rugas fazem arte da vida, mas algumas pessoas lidam melhor com elas do que outras.

Então, partindo sempre da premissa que o mais importante é se sentir bem com a própria aparência, não há nada de errado em procurar opções de tratamentos que possam suavizas os sinais da passagem do tempo.

Além disso, fatores genéticos ou ambientais podem fazer com que as rugas se apresentem muito precocemente, causando muito desconforto.

Então, vamos conhecer o tratamento laser para rugas e entender como ele pode ajudar a ter uma pele mais bonita e mais jovem.

O que é o laser CO2 fracionado?

Esse tipo de laser de CO2 atua na pele provocando queimaduras. Então, quando essa agressão vai cicatrizando, a produção de colágeno é estimulada, bem como a contração da pele, levando ao seu esticamento.

A consequência disso é uma suavização das rugas e também melhora nas marcas de expressão.

Vale lembrar que esse tipo de laser irá remover a camada inteira da pele. Assim, pode agir na derme ou na epiderme, de acordo com a intensidade programada por quem está aplicando o procedimento.

Vale lembrar ainda que a recuperação tende a ser lenta, visto que a agressão do laser atinge uma grande área da pele. Por isso, a probabilidade de manchas é muito maior.

Justamente por isso que foi criado o laser de CO2 fracionado, que é um único raio que se divide em vários microrraios, que atingem a pele mais profundamente, mas em melhores áreas.

Dessa forma ele consegue mesclar áreas onde o laser atuou com áreas intocadas, possibilitando uma recuperação bem mais rápida e eficiente.

Recomendado: Aprenda Como Acabar Com a Celulite de forma rápida e natural.

Tratamento laser para rugas funciona?

Claro que sim! Depois da aplicação do procedimento, a pele irá iniciar o seu processo de recuperação, renovando-se e com estímulo à produção de colágeno.

O resultado disso tudo é uma pele mais viçosa, com poros reduzidos e uma textura mais lisa e macia.

Além disso, com a recuperação é possível notar uma grande suavização das manchas e também das rugas e marcas de expressão.

No entanto, é importante ressaltar que o laser CO2 oferece um resultado mais intenso.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o tratamento laser para rugas. Se ainda tem dúvidas, veja o vídeo abaixo:

Tudo sobre o reumatismo

Reumatismo é o nome usado para denominar uma categoria de doenças que afetam os músculos, as articulações (juntas) e o esqueleto. São doenças caracterizadas por dores intensas (dependendo do grau) e restrições nos movimentos. Neste grupo encontram-se aproximadamente 130 doenças.

Então reumatismo não é o nome de uma doença específica. Este grupo de doenças afetam principalmente os ombros, joelhos e punhos, mas podem também afetar o sistema gastrointestinal, o sistema respiratório, a pele e outros locais do corpo.

A expressão reumatismo nos remete a uma doença grave, mas agora você já sabe que é um nome geral e que dependendo do tipo existe tratamento e prevenção.

Geralmente estes tipos de doenças afetam mais as pessoas idosas porque estas sofrem de um desgaste “natural” das cartilagens resultante do tempo, mas pode também afetar pessoas de todas as idades. Por exemplo, a artrite reumatoide juvenil, que é diagnosticada em jovens que apresentam dores nas articulações.

Causas

O reumatismo tem várias causas e depende do diagnóstico para identificá-la. As mais comuns são

  • Falha no sistema imunológico (pode ser causado por infecções virais ou bacterianas)
  • Desgastes (de cartilagens, tecidos ou órgão)
  • Hereditariedade
  • Excesso de consumo de tabaco

Sintomas

O sintomas principais são: dores ao movimentar-se, vermelhidão, calor ou inchaço na área que apresenta a dor, dores nas articulações, dificuldade para movimentar-se (principalmente de manhã ao acordar).

Qualquer um destes sintomas pode significar algum tipo de reumatismo. Procure seu médico para que através de exames ele possa confirmar seu diagnóstico.

Tratamento

O reumatismo pode ser uma doença progressiva e de longa duração. Podem causar ansiedade e depressão.

Existem vários tratamentos, dependendo do diagnostico, do estágio e da evolução da doença. De um modo geral, são recomendados anti-inflamatórios e cortisona, alguns produtos naturais tem dado bons resultados também, o Flex Caps é um destes que se comprovou ser bem eficiente.

Prevenção

Alguns cuidados com alimentação podem ajudar a prevenir ou controlar o reumatismo.

Você pode introduzir no seu cardápio alimentos ricos em vitamina C

(encontrada nos cítricos), Vitamina D (encontrada nos laticínios e nas gemas), vitamina E (encontrada no azeite e nas nozes), além de maçã e cebola (quercetina) castanha do Pará e cogumelos (selênio), cenoura e couve (betacaroteno).

Também é recomendado evitar carboidratos, açucares e frituras. Além de suplementos vitamínicos que estão disponíveis no mercado.

Veja mais sobre os sintomas e tratamentos:

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o reumatismo, causas, tratamentos e como prevenir o problema para viver com mais qualidade de vida!

Principais causas da artrite

Para quem não conhece, a artrite nada mais é do que uma doença inflamatória crônica, que ocorre nas articulações do corpo, especialmente pés e mãos.

A sua ação no organismo causa uma interferência no revestimento das articulações, causando um inchado que é bastante doloroso.

Eventualmente, esse quadro pode evoluir ainda mais para uma erosão óssea ou para a deformidade das articulações.

A artrite reumatoide é uma doença autoimune, ou seja, é o próprio sistema imunológico que age atacando por engano estruturas e tecidos que estão saudáveis no corpo.

De acordo com especialistas, além de problemas articulares, a artrite ainda pode ocasionar outros problemas em alguns outros órgãos do corpo, tais como pulmões, pele, olhos e vasos sanguíneos.

Segundo a SBR (Sociedade Brasileira de Reumatologia), a artrite é um mal que atinge cerca de 1% da população, atingindo pessoas de todas as idades, incluindo crianças.

Quando ocorre entre os 2 e 15 anos de idade, é classificada como artrite reumatoide juvenil. Já na fase adulta, o problema é chamado apenas de artrite reumatoide.

A frequência de ocorrência é maior no público feminino por causa do fator hormonal, visto que o estrogênio afeta o sistema imunológico feminino, por isso para mulheres que sofrem desse problema é recomendado fazer o uso do gnesis que é um suplemento natural que combate a artrite, artrose e várias outras doenças relacionadas.

Principais causas da artrite reumatoide

São muitos os fatores que podem levar ao desenvolvimento da artrite. O primeiro deles é a genética, ou seja, se você tem algum grau de parentesco com pessoas que tem o problema, isso é considerado um fator de risco.

A carga genética que é passada do pai para o filho pode contar os genes da doença.

Mais do que os fatores genéticos, a artrite ainda pode estar relacionada com infecções bacterianas e virais.

Isso porque as bactérias e vírus podem entrar na corrente sanguínea, levando a um grande desequilíbrio do sistema imunológico, resultando em um quadro de artrite.

Vale lembrar que até mesmo dores de garganta ou infecções urinárias podem desencadear o problema.

O cigarro também é considerado um facilitador para o problema, podendo afetar até mesmo as pessoas que não fumam, mas que tem contato com o cigarro indiretamente.

Especialistas afirmam que os fatores ambientais podem desencadear a artrite reumatoide, bem como alguns poluentes como a sílica, que é um componente da areia.

Além disso, ser mulher não é uma causa, mas também pode ser considerado um fator de risco para o surgimento da doença, recomendo que assista o vídeo abaixo e veja mais detalhes sobre esse problema,

Qual o médico que trata a impotência?

A impotência ou disfunção erétil é um problema que ainda nos dias atuais assombra muitos homens das mais variadas idades.

É preciso esclarecer que impotência é a incapacidade de ter ou manter a ereção do pênis pelo tempo necessário para realizar uma relação sexual satisfatória para ambos os parceiros.

Esta disfunção tem que ser repetitiva e ocorrer em pelo menos 50% das tentativas. Alguns homens se assustam com uma “falha” ocasional e por este motivo acabam desencadeando outras “falhas” apenas pelo medo de falhar.

Se você está tendo estas disfunções por períodos consecutivos, então deve procurar um médico especializado na área.

O médico especializado na impotência é o urologista. Este é o profissional que vai diagnosticar, através de seu histórico e exames se o seu caso é realmente impotência ou apenas uma situação temporária que pode ter sido causada por um momento de estresse, cansaço ou outros fatores emocionais e psicológicos.

Estes especialistas revelam que ainda é pequena a quantidade de pacientes que procuram ajuda em relação ao número de homens que sofrem com o problema.

As causas são bem variadas e podem ser físicas e psicológicas. Entre as causas físicas estão: tabagismo, drogas, obesidade, excesso de álcool, hipertensão, diabetes e outros.

Nas causas psicológicas estão: estresse, traumas emocionais (perda de um familiar por exemplo), baixa autoestima, medo de falhar e outros.

Os urologistas afirmam também que o homens não costuma o pênis como parte do corpo, mas quando este problema se apresenta o pânico toma conta.

Alguns casos são irreversíveis, mas não quer dizer que não tenho solução.

A medicina está avançando bastante nesta área e oferece vários tipos de soluções, de acordo com cada caso.

Atualmente as opções são os comprimidos power blue, injeções e cirurgias (implantes). No caso dos implantes existem algumas opções: maleável, semirrígida, articulável.

As próteses são indicadas somente nos casos de impotência mais grave onde as opções anteriores (comprimidos e injeções) não dão o resultado esperado.

Seja qual for seu caso, as dúvidas sempre surgem e a melhor opção é consultar um urologista para chegar ao diagnóstico correto bem como investigar as causas e partir para o tratamento adequado. Conheça mais um pouco sobre o médico urologista:

Transplante capilar para calvície

Uma das principais causas da calvície são fatores genéticos, lembrando que essa é uma condição que pode se manifestar em qualquer idade. No entanto, quanto mais cedo for a sua manifestação, mais acentuado é o caso e mais difícil é lidar com suas consequências.

O transplante capilar se princípios que já são estudados desde a década de 50, nos quais um folículo capilar retirado de uma área doadora e aplicado em uma área calva vai se comportar como se estivesse em seu lugar de origem, ou seja, irá criar raízes e crescer.

Dessa forma, a ideia é bastante simples: retirar os cabelos de uma área que não foi afetada pela queda de cabelos, já que seus folículos não apresentam predisposição à queda. Assim, os fios voltam a crescer naturalmente.

Quando o transplante capilar é indicado?

Esse tipo de procedimento pode ser realizado em qualquer pessoa que esteja apresentando um quadro de alopecia androgenética e que deseje recuperar os cabelos na área de calvície. Mas só se você realmente estiver calvo, se o problema for apenas alguma falha pequena em alguma região, dai não compensa, vale mais a pena usar Make Hair para disfarçar e pronto.

Porém, é sempre muito importante que um profissional possa analisar cada caso de forma individualizada, a fim de determinar o estágio da calvície e a melhor forma de proceder com o transplante.

Isso porque alguns especialistas só indicam a realização do procedimento depois que o problema já está estabilizado.

Como funciona o transplante capilar

Existem duas técnicas que podem ser utilizadas para a realização do transplante capilar. A mais conhecida e mais simples se chama FUT, que é a sigla em inglês para transplante da unidade folicular.

Além disso, existe a técnica que se chama FUE, que é a sigla em inglês para extração das unidades foliculares, lembrando que essa não deixa a cicatriz linear como a anterior.

A técnica FUT, que é a mais convencional, realiza a remoção de uma faixa de cabelo na parte de traz da nuca. Essa faixa é levada a um microscópio de alta resolução e dividida em fatias muito finas de 1mm, que se chama slivers.

Então, essas pequenas fatias são separadas em unidades foliculares com 1, 2 ou 3 fios.

Na técnica FUE, o cirurgião realiza a remoção da unidade folicular diretamente do couro cabeludo, que posteriormente são levadas ao microscópio para serem lapidadas.

a diferença entre os procedimentos está somente no modo como as unidades foliculares são obtidas. Depois disso, ambos processos realizam o transplante por meio de pequenas incisões no couro cabeludo.

Para saber mais sobre transplante capilar, assista:

Causas da impotência sexual em jovens

Muita gente associa a impotência sexual com a idade, achando que ela só acontece com pessoas mais velhas. A verdade é que isso não está completamente errado, afinal, o problema é muito mais comum em homens com mais de 40 anos de idade e a prevalência aumenta conforme a idade chega.

No entanto, é um grande engano pensar que a impotência sexual ocorre somente em homens dessa idade. Isso porque ela pode acometer pessoas de qualquer idade, inclusive jovens que estão iniciando a sua vida sexual.

Sem dúvida a idade é um fator de risco para o surgimento do problema, mas não é o único!

Sendo assim, uma minoria de homens jovens pode apresentar sim problemas de ereção, sim, mas a grande vantagem é que isso pode ser tratado com muita facilidade hoje, existem suplementos como o tittanus que ajuda nessa parte, porém várias pessoas ainda tem dúvidas se o tittanus funciona, se ele realmente faz melhorar a impotência e aumentar a ereção!

No entanto, o que acontece é que, normalmente, a causa do problema nos jovens costuma ser bem diferente das causas em pessoas mais velhas.

Então, para saber um pouco mais sobre esse assunto, continue lendo e vamos descobrir um pouco mais sobre as causas da impotência sexual em jovens.

Causas da impotência em jovens

Ter problemas de ereção e falhar de vez em quando é algo comum e que pode acontecer com qualquer pessoa. Para isso, basta um pouco de ansiedade em relação ao próprio desempenho e pronto, pode ser que a ereção já não seja total.

O fato é que a rigidez peniana acontece como uma resposta a algum estímulo ou excitação e, para isso, diversos sintomas estão envolvidos e precisam estar funcionando corretamente.

Muita gente nem imagina, mas para que uma ereção aconteça, estão envolvidos os nervos, neurônios, vasos sanguíneos, hormônios e etc.

Nos jovens que não apresentam nenhuma doença física, normalmente a impotência é causada por um problema chamado de ansiedade de desempenho.

O medo de falhar acaba sendo o grande vilão que ocasiona a falha. Então, quando isso se torna algo frequente, dizemos que se trata de uma impotência psicogênica.

Logo, o problema da ansiedade se transforma em um círculo vicioso, pois a memória da última relação falha volta, gera ansiedade e uma nova falha acontece.

Nesses casos é essencial buscar algum tipo de tratamento a fim de avaliar se o problema não é mesmo físico e se é possível iniciar um tratamento que seja efetivo para resolver o problema, sempre levando em consideração a causa.

Para saber mais sobre o problema da impotência sexual em jovens, assista o vídeo abaixo:

Quais os melhores livros de ficção científica

Eleger os melhores livros de ficção é uma tarefa bem difícil. Este tipo de literatura demorou para se expandir e isto só aconteceu após a evolução da ciência moderna e as transformações da física, biologia e química.

Os romances de Júlio Verne são vistos como um marco que deu início as ousadas literaturas de ficção cientifica. Este gênero marca o encontro entre a arte e a ciência.

Mas não se engane, quando mencionei Romance no parágrafo anterior, não tem nada a ver com romances em si, então se você entrou aqui procurando por  um resumo do livro a culpa é das estrelas ou qualquer outro tipo de livro meloso, saiba que não é deste tipo de romance que estamos falando aqui, e sim sobre os clássicos da ficção.

Seja o leitor um nerd, um curioso ou mais um apaixonado pela tecnologia irá concordar que algumas obras de ficção não podem faltar na sua coleção.

Apesar de ser difícil, selecionamos 4 obras que são consideradas notáveis. Se você é um leitor assíduo de obras de ficção cientifica, pode até discordar, mas estes destaques se devem ao fato de os autores promoverem uma revolução no modo de pensar do leitor ou pelo menos leva-lo a uma reflexão.

  1. Guerra do Velho – John Scalzi

John Scalzi é um dos autores que mais se destacam nas obras de ficção cientifica. Este livro Guerra do Velho foi sua obra (um romance) de estreia.

Nesta história a humanidade trava uma batalha com alienígenas pela conquista dos planetas habitáveis que se encontram disponíveis.

Só podem fazer parte do exército aqueles que tiverem mais de 75 anos. Isto só é possível através de muitos avanços da tecnologia.

  1. Neuromancer – William Gibson

Talvez você não reconheça esta obra por este nome. Mas e se você souber que ele deu origem ao famoso filme Matrix? Muito antes da chegada da internet, este livro abordava a teoria do ciberespaço. Este mundo virtual pode ser acessado por implantes neurais.

  1. A máquina do tempo – H.G. Wells

No gênero da ficção cientifica, este romance é classificado como a primeira obra (1895) que propõe a concepção de viagem no tempo. Utilizando um veículo o autor viaja escolhendo o seu destino.

Na história, o personagem autor da proeza é conhecido como o viajante do tempo. Ele desenvolve uma “maquina” que lhe permite viajar pela quarta dimensão. Nesta viagem ele chega ao ano de 802.701 onde conhece uma sociedade remanescente de humanos, muito pacífica, que apesar da vida paradisíaca que desfrutam, servem de alimento a uma raça que habita mundos subterrâneos.

  1. 42001: Uma Odisseia no Espaço. – Arthur C. Clarke –

Temas muitos sérios são relatados neste grande clássico da ficção cientifica de 1968 como por exemplo: Guerras nucleares, evolução tecnológica e o avanço da inteligência artificial.

Conheça outros 7 livros clássicos da ficção científica que vale a pena ler:

Bambuterapia o que é, e como funciona

Atualmente, a vida está bastante corrida e estressantes, o que torna a rotina bem pesada. No entanto, existem alternativas como a bambuterapia que podem ajudar nessa questão.

O fato é que as técnicas de relaxamento estão sendo cada vez mais procuradas, especialmente para aquelas pessoas que necessitam aliviar as tensões do dia a dia.

Isso sem falar que a busca por um corpo atraente e mais bonito também é uma tendência crescente, visto que isso tem uma relação direta também com o bem estar pessoal.

Dessa forma, diversas técnicas do mundo inteiro vão se espalhando e se popularizando em outras localidades, apresentando sempre novas formas de aplicação, materiais e benefícios.

Com isso, é possível conquistar sempre novos resultados através de técnicas inovadoras e cheias de vantagens.

Então, se você quer saber um pouco mais sobre a bambuterapia, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse assunto. Vamos lá?!

O que é bambuterapia?

Para quem não conhece, a bambuterapia nada mais é do que uma técnica de origem francesa, que atua oferecendo benefícios tanto estéticos como de bem-estar físico, embora muita gente acredite inicialmente que ela é chinesa, o que é um engano.

A técnica consiste em utilizar diferentes tamanhos de bambus para massagear o corpo.

Assim ela está mudando a vida de muitas mulheres no mundo inteiro. Isso porque a promessa é que a técnica ajuda a remodelar o corpo, diminuir as medidas e ainda a relaxar muito.

Além disso, considerando o aspecto estético, a bambuterapia ainda atua como uma drenagem linfática muito eficiente, ajudando a combater a retenção de líquidos. O melhor dito tudo é que as peças de bambu ainda contribuem para a eliminação do tecido adiposo.

Além disso, o uso do bambu no faz pressão no corpo, aliviando a tensão muscular, os dores na musculatira e aumentando a sensação de bem-estar.

Como funciona a bambuterapia

Uma sessão dessa técnica deve ter a duração de cerca de 40 minutos e é feita com o cliente usando uma roupa de banho.

De uma forma bem simples, o profissional especialista na técnica irá usar os bambus para aplicar uma massagem no corpo do paciente. Para potencializar os resultados, são usados diferentes tamanhos de bambus.

Assim, o profissional irá escolher o tamanho de bambu mais indicado para a parte do corpo do paciente e vai usá-lo para aplicar pressão em diferentes pontos do corpo, rolando o bambu.

Os valores podem variar bastante de acordo a região e o local escolhido para a realização do procedimento. No entanto, é um tipo de técnica que melhora com a frequência, então, diversos centros de estética oferecem opção de pacotes de massagem.

Quando é indicada a bambuterapia

A bambuterapia é uma técnica que traz benefícios para a saúde estética e física, ou seja, ajuda a modelar o corpo e aumenta o bem estar físico.

Então, ela é indicada quando o paciente deseja os seguintes benefícios:

  • Diminuição da celulite
  • Ajuda a combater a gordura localizada
  • Atua contra a flacidez
  • Promove a diminuição das medidas

Vale lembrar, porém, que esse tipo de técnica não deve ser aplicada em pacientes com câncer, diabetes ou trombose, que são as mesmas contraindicações de uma drenagem linfática, por exemplo.

Porque utilizar bambus

Pois bem, de início pode até parecer meio estranho usar esse tipo de material para a aplicação de massagens. No entanto, a superfície do bambu é regular, fazendo com que ele seja considerado um ótimo material para massagem, visto que desliza bem pelo corpo.

Mais do que isso, segundo os orientais, o bambu significa leveza e força ao mesmo tempo.

Justamente por causa dessas suas características é que ele pode proporcionar uma massagem com bastante firmeza, mas sem machucar ou causar danos ao paciente.

Vale ressaltar ainda que a bambuterapia não apresenta quaisquer tipos de efeitos colaterais. Por isso é que ela pode ser feita em pessoas de qualquer idade ou sexo.

Porém, como já foi dito anteriormente, ela possui ação modeladora e é por isso que ela é contraindicada para pacientes que possuem câncer, trombose, diabetes, entre outras condições crônicas.

A boa notícia é que essa técnica é muito benéfica para o tratamento de celulite, flacidez e também na eliminação de gordura localizada.

Sendo assim, é comprovado que a bambuterapia traz uma série de benefícios. Porém, o mais indicado é sempre falar com um médico antes de adotar qualquer tipo de procedimento, incluindo aqueles que são estéticos.

Se o médico aprovar, pronto, basta relaxar e aproveitar todos os benefícios que a bambuterapia pode oferecer para você e para o seu corpo.

Então, agora você já sabe um pouco mais sobre a bambuterapia, como funciona, para que serve, como é feita e quais as indicações desse poderoso tratamento. Aproveite essas informações e boa sorte!